Segunda, 05 de Dezembro de 2022
32°

Poucas nuvens

Parnaíba - PI

Política DESCANSO

Bolsonaro trabalhou somente 24 minutos por dia depois das eleições

Presidente Jair Bolsonaro reduziu ritmo de trabalho após o primeiro turno das eleições.

12/11/2022 às 11h59
Por: Illan Herman Fonte: Congresso em Foco
Compartilhe:
Bolsonaro trabalhou somente 24 minutos por dia depois das eleições

Do dia 1º de outubro — véspera do primeiro turno das eleições — até essa quarta-feira (9), o presidente Jair Bolsonaro (PL) trabalhou somente cerca de 24,25 minutos por dia. Dos 40 dias consultados, o presidente só teve compromissos em 11 deles. O levantamento foi feito pelo Congresso em Foco, com base nas agendas oficiais do presidente da República que foram divulgadas.

Ao todo, o presidente trabalhou 16 horas e 10 minutos no período, equivalente a duas jornadas de oito horas praticadas pela maioria da população empregada. Nas agendas de Bolsonaro, o compromisso mais longo teve seis horas de duração: sua participação no círio de Nazaré, em Belém (PA), no dia 8 de outubro, visto por muitos como um ato de campanha.

Já no dia 5 de outubro, o único compromisso do presidente foi uma reunião de 10 minutos com Renato de Lima França, subchefe para Assuntos Jurídicos da Secretaria-Geral da Presidência da República. A agenda não divulga qual foi o tema do encontro.

Após o segundo turno, realizado no dia 30 de outubro e que consagrou a vitória de Lula (PT) sobre Bolsonaro, na agenda do presidente só consta um evento realizado no Palácio do Planalto. Todos os outros compromissos foram feitos no Palácio da Alvorada, a residência oficial.

Em compromissos oficiais, o dia 1º de novembro foi o que Bolsonaro mais teve atividade. Pela manhã, o presidente teve um encontro com Wagner Rosário, Ministro da Controladoria-Geral da União; e outro com os ministros da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira; da Justiça, Anderson Torres, e com o advogado-geral da União (AGU), Bruno Bianco Leal. Na tarde do mesmo dia, Bolsonaro se encontrou com os ministros em outra oportunidade. Nesse dia, o presidente somou duas horas e 30 minutos de trabalho.

Do dia 31 de outubro até o dia nove de novembro, Bolsonaro trabalhou sete, uma média de 42 minutos por dia. Para efeitos de comparação, os estagiários que trabalham na Presidência da República são contratados para jornadas de 6h diárias.

Menos trabalho depois do primeiro turno

Em comparação aos 40 dias anteriores ao primeiro turno, Bolsonaro reduziu o ritmo de trabalho em 60%. Entre os dias 22 de agosto e 30 de setembro, o presidente teve compromissos em 28 dias. Ao todo, Bolsonaro trabalhou 41 horas e 40 minutos no período, uma média de uma hora e dois minutos por dia.

A agenda do presidente também foi mais diversa no período, com vários eventos fora de Brasília e deslocamentos para atender compromissos inclusive no exterior, como a ida para o funeral da Rainha Elizabeth II, no dia 18 de setembro. Os despachos realizados na residência oficial foram raros, ocorrendo somente em cinco dias.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Parnaíba - PI Atualizado às 14h12 - Fonte: ClimaTempo
32°
Poucas nuvens

Mín. 24° Máx. 35°

Ter 35°C 24°C
Qua 35°C 25°C
Qui 33°C 26°C
Sex 33°C 26°C
Sáb 32°C 25°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes